a) Educação Infantil:A avaliação do desenvolvimento do aluno é realizada mediante acompanhamento e registro de suas conquistas, dificuldades e possibilidades com o objetivo de auxiliá-lo ao longo de seu processo de aprendizagem. Os pais terão acesso a esses registros através dos relatórios semestrais e das reuniões pedagógicas, ou atendimentos individuais.

b) Ensino Fundamental e Médio: Nos três anos iniciais do Ensino Fundamental a avaliação será contínua, cumulativa e com promoção progressiva do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos.

A partir do 3º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio iniciar-se-á o processo de promoção /retenção onde a avaliação será contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do trimestre sobre os finais, respeitando-se a frequência mínima exigida por lei.

A escola adota, entre outros, os seguintes instrumentos de avaliação: trabalhos individuais e em grupo, relatórios, atividades de pesquisa, atividades extraclasse, participação em projetos, testes objetivos, avaliações dissertativas e orais, auto avaliação e outros processos que a iniciativa pedagógica do professor indicar, atendendo as diretrizes previstas no Plano de Ensino do componente curricular ou ano e os princípios do Projeto Pedagógico da Escola. Além dos instrumentos citados anteriormente, os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental fazem uma Prova Integrada, e o Ensino Médio, um Simulado trimestralmente.

Observação:

  • A participação nas atividades extraclasse será avaliada pelo professor. O aluno que não participar da atividade receberá atividade substitutiva.

Os alunos que apresentarem dificuldades de aprendizagem, a Escola disponibilizará as seguintes modalidades de Recuperação:

 

RECUPERAÇÃO CONTÍNUA para os alunos que demonstrarem, ao longo dos trimestres, dificuldades de natureza conceitual, organizacional ou cognitiva, e que necessitem de atividades e estratégias pedagógicas diferenciadas, retomada de conteúdo ou procedimentos pedagógicos que possam ser indicados e acompanhados pelo professor durante as aulas.

 

RECUPERAÇÃO PARALELA para os alunos que ao final de cada trimestre não atingirem a média mínima 6,0 (seis inteiros) em qualquer componente curricular. Acontece, em horário oposto ao período de estudo do aluno, conforme calendário a ser divulgado pela Escola.

 

SISTEMA DE NOTAS:

Os resultados da avaliação trimestral serão expressos em notas, numa escala de zero a dez, apurados em três trimestres durante o ano letivo. A nota mínima que deverá ser alcançada pelo aluno em cada trimestre e em cada componente curricular é 6,0 (seis).

Ao término do 3º trimestre do ano letivo, o aluno deverá obter média mínima aritmética 6,0 (seis) em cada componente curricular, resultado da somatória de todas as notas atribuídas em cada trimestre, utilizando-se o sistema de média ponderada :

a) 1º trimestre:peso 1

b) 2º trimestre:peso 1

c) 3º trimestre:peso 2

[1º trim (peso1) + 2º Trim (peso1) + 3º Trim (peso2) ]: 4 = Média Anual

Após o encerramento de cada trimestre, o aluno que não alcançar a média 6,0 (seis), terá a oportunidade de recuperar sua nota, participando das avaliações de recuperação paralela agendadas em calendário. A nota obtida será multiplicada por dois, somada à média do trimestre e dividida por três. Ou seja:

[*Média no trimestre inferior a 6,0 (peso 1) + Média da Avaliação da Recuperação Trimestral (peso 2)] : 3 = **Média do trimestre.

Observações:

1. Caso o resultado desse cálculo (**), seja inferior à média que o aluno já havia alcançado no trimestre antes da Recuperação Trimestral, prevalecerá a Média do Trimestre (*);

2. NÃO HAVERÁ REPOSIÇÃO DE PROVAS NA RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL, salvo casos previstos em lei.

3. Os resultados, após cada trimestre, conforme o calendário escolar, estarão disponibilizados somente na internet, no SAF

Ao término do ano letivo considerar-se-á:

  • Plenamente aprovado, o aluno que obtiver Média Anual mínima 6,0 (resultado da soma das notas atribuídas em cada trimestre dividida por quatro), em cada componente curricular, assegurada a frequência mínima de 75%;
  • em Processo de Exame Final o aluno que não alcançou média anual mínima em até:
  1. dois componentes curriculares do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental;
  2. quatro componentes curriculares do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental;
  3. cinco componentes curriculares do 1º ao 3º ano do Ensino Médio.

 

  • Retido no ano, o aluno que:

A) após o término do 3º trimestre, não atingir a média anual mínima em:

  1. três ou mais componentes curriculares do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental;
  2. cinco ou mais componentes curriculares do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental;
  3. seis ou mais componentes curriculares do 1º ao 3º ano do Ensino Médio.

B) após o Exame Final: não atingir a *Média Final mínima 6,0 (seis) nos componentes curriculares.

[Média Anual (Peso 1) + Nota do Exame Final (Peso 2)] : 3 = *Média Final

C) não obtiver a frequência mínima exigida em cada componente curricular, igual ou superior a 75% da carga horária, e não tenha cumprido as exigências do processo de Compensação de Ausência.

 

A compensação de ausência deverá ser requerida pelo pai ou responsável, ou pelo próprio aluno, quando maior de idade, na secretaria da escola imediatamente após ser convocado pela mesma.

Haverá uma taxa a ser acertada no ato da requisição da compensação de ausência.

 

Obs.

1. Clique aqui para obter as orientações para a Recuperação Paralela e Exame Final.